O luto e as tintas (Paulo Roberto Gaefke)

Chora não!
O que foi dito, foi dito e ponto final. O que foi feito, está feito e não tem jeito. O que passou, passou e não volta mais.
Tudo tão simples não é? Não! Não é.
Para quem vive uma situação de arrependimento, para quem está passando por uma dor profunda causada por uma perda, nada é simples, nada é claro.
Por isso, quando quiser ajudar, ou sair de uma fase assim, viva o seu luto.
Ou seja, chore, arranque os cabelos, xingue, grite, proteste, fique sem comer, desabafe, mas faça tudo com emoção verdadeira, com lágrimas de sangue, sem dó de ninguém, nem de você.
O único cuidado que você deverá tomar é com o tempo.
O seu luto não deve passar de 7 dias.
Não estou falando de esquecimento.
Certas pessoas e fatos não devemos esquecer. Estou falando da intensidade da dor.
Eu te garanto que tem gente de luto a mais de 10 anos.
Tem gente que já nasceu de luto.
Tem gente que você olha para a cara e vê o luto. Outras que só se aproximam para deixar você de luto.
Não se prenda ao passado que não volta!
No arrependimento que não conserta, na esperança vazia do que não vai acontecer. Pegue a sua malinha de dores e jogue no rio (com uma pedra pesada dentro). O que resta para nós todos os dias, é apenas o dia de hoje.
Pegue o seu dia e construa o seu futuro agora. Ele vai ter a cor, o sabor e as alegrias que você desejar já.
Qual será a cor da sua vida amanhã?
É só olhar para as cores que você está pintando hoje.
Espero que seja com aquarela amarela, cheia de cores lindas.
Porque cinza já basta a minha meia antiga…
Viva o seu dia!
Viva você!
Paulo Roberto Gaefke
Advertisements

Tempo de Recomeçar (Paulo Roberto Gaefke)


Este é o momento, a vida recomeça agora,
como o arco-íris que vem após a chuva,
como o cheiro da terra molhada que agrada
você é o perfume da vida, o sal da terra,
e apenas precisa perceber:
que a sorte é o seu primeiro passo,
a fortuna ou a miséria, é o resultado dos seus atos,
que o destino é feito agora com atitudes,
que os pensamentos podem te levar longe,
quando você juntar o seu sonho com o realizar.

Este é o momento, a vida recomeça agora,
porque você sobreviveu a longa noite,
e apesar do tamanho da dor e dos problemas,
a vida te concede mais um dia,
mais uma oportunidade de recomeçar,
e este é o momento de ser feliz,
de reconstruir-se por inteiro,
e ao olhar no espelho,
ter um encontro com o que você é
e com aquela pessoa que ainda será.

Porque você nasceu para conquistar e vencer,
e o momento é agora, pois a vida recomeça,
e te chama pelo nome, pois te conhece,
e por te reconhecer não esquece e diz,
vem, vem ser feliz!

Eu acredito em você.

Paulo Roberto Gaefke
http://www.meuanjo.com.br/?p=910
Fonte: Site “Meu Anjo” www.meuanjo.com.br

Pense e Ame sem Medo (Paulo Roberto Gaefke)

Pense e ame sem medo

Mensagem do Meu Anjo – Pense e Ame sem Medo
por Paulo Roberto Gaefke em 22/03/2011

Pense…
e dos desafetos dessa vida, faça um buquê de lições,
das tristezas mais marcantes, um arranjo de saudade,
das desilusões porvocadas pelos outros,
uma coroa de esquecimento.
Dos sentimentos que sofreram o abalo do tempo,
um maço de cravos perfumados,
e de tudo o que viveu até aqui,
faça um jardim de sentimentos,
guardados apenas pela fechadura do amor,
que tudo perdoa, tudo releva,
com a vantagem, de não precisar de vigia na porta,
pois o amor, tudo convence,
tudo guarda…

Pense…
o amor sempre vale a pena,
ainda que a alma aflita por sofrimentos do passado,
se agite em mil pensamentos de derrota, de medo e dor,
ainda assim, nada é mais misericordioso
e libertador que o amor…

Pense…
Doe o seu melhor!
No trânsito, no ônibus, nas ruas,
nas favelas ou nas mansões,
por baixo de tudo ou por “cima da carne-seca”,
rindo muito ou chorando feito criança,
a vida é uma música, uma dança,
que nos convida para um baile que nunca se repete,
nada, nenhum dia é igual, só o seu pensamento,
se estiver parado no tempo,
esse sim, será sempre o mesmo…
que pena!

Pense!
Viva a vida que nos convida,
viva o tempo de vencer a dor,
viva a possibilidade de um novo tempo,
viva um novo amor, ainda que seja o mesmo de sempre,
com nova vida e nova cor.

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br

“Ao menos uma vez por mês, pratique o vegetarianismo, para nutrir seu coração de compaixão.”

Fonte: Site “Meu Anjo” de Paulo Roberto Gaefke em http://www.meuanjo.com.br/?p=2576

Solidariedade (Paulo Roberto Gaefke)

Lá do fundo da solidão da alma,
o ser humano experimenta uma dor profunda,
um lamento, um vazio,
um silêncio que chega a pesar,
o fastio de uma vida sem maiores experiências…

Lá da experiência mais antiga, da velha sabedoria,
vem o recado para aqueles que não tem tempo para nada:
– arrume tempo para ser solidário,
aprenda a dividir o pão, o estender a mão.
Isso abre janelas no céu, cria rastros de luz.
Melhor que mil provérbios, mais que mil sermões,
a caridade bem exercida, é chave que rompe grilhões,
liberta a alma aflita, libera as emoções.

Por isso, no silêncio pesado da noite que não passa,
da angústia daquela dor que ninguém percebe,
do sentimento inexplicado de vazio,
pense na possibilidade de dedicar parte do seu tempo,
ao ensinar, ao partilhar, ao acolher,
em tudo ser mais gentil, mais sereno, mais pacífico.
Pois de tudo o que podes acumular,
de tudo o que pode levar da Terra,
é somente o bem que se fez,
que segue junto ao seu tesouro,
rumo ao Infinito.

Solidão é para quem compartilha o egoísmo do sofrer.
Solidariedade é para quem decidiu viver.

Eu acredito em você.

Paulo Roberto Gaefke
Fonte: http://www.meuanjo.com.br/

Recomeçar (ou Faxina na Alma) (Paulo Roberto Gaefke)

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.

Chorou muito?
Foi limpeza da alma.

Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.

Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechaste a porta até para os outros.

Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora.

Pois é!
Agora é hora de iniciar,
de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso,
ou aquele velho desejo de apender a pintar,
desenhar,
dominar o computador,
ou qualquer outra coisa?

Olha quanto desafio.
Quanta coisa nova nesse mundão
de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho?
Besteira!
Tem tanta gente que você afastou
com o seu “período de isolamento”,
tem tanta gente esperando apenas um
sorriso teu para “chegar” perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem
nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado,
até a boca ficar amarga.

Recomeçar!
Hoje é um bom dia para começar
novos desafios.

Onde você quer chegar?
Ir alto.
Sonhe alto,
queira o melhor do melhor,
queira coisas boas para a vida.
pensamentos assim trazem para nós
aquilo que desejamos.

Se pensarmos pequeno,
coisas pequenas teremos.

Já se desejarmos fortemente o melhor
e principalmente lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.

Joga fora tudo que te prende ao passado,
ao mundinho de coisas tristes,
fotos,
peças de roupa,
papel de bala,
ingressos de cinema,
bilhetes de viagens,
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente,
esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida,
para um novo amor.

Lembre-se somos apaixonáveis,
somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas,
nós somos o “Amor”.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
Fonte: http://www.meuanjo.com.br/recomecar.php

A Grandeza do Mar (Paulo Roberto Gaefke)

Você sabe por que o mar é tão grande?
Tão imenso? Tão poderoso?
É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros
abaixo de todos os rios.
Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro, centímetros acima de todos os rios,
não seria mar, mas sim uma ilha.
Toda sua água iria para os outros e estaria isolado.
A perda faz parte.
A queda faz parte.
A morte faz parte.
É impossível vivermos satisfatoriamente.
Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer.
Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair.
Impossível acertar sem saber errar.
Impossível viver sem saber viver.
Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará.
Porque o máximo que poderá acontecer a você é cair, errar e perder.
E isto você já sabe.

Bem aventurado aquele que já consegue receber com a mesma naturalidade
o ganho e a perda, o acerto e o erro, o triunfo e a queda, a vida e a morte.

Paulo Roberto Gaefke
(No livro “Quando é preciso Viver” página 29)
Site: Meu Anjo (http://meuanjo.com.br/agrandezadomar.php)

Felicidade dos simples – (Paulo Roberto Gaefke)

Mais que amor, devemos querer respeito aos nossos sentimentos, mais que amizades,devemos buscar a cumplicidade de um olhar amigo, mais que pais amigos, o aconchego de uma família,

…mais que a escola, a sabedoria e a satisfação de aprender, mais do que ler um livro, viajar na história, ter prazer, mais do que a emoção, viver a situação com a razão.

Hoje, caminhamos como cegos em busca da felicidade, ouvindo rumores aqui e ali, uns dizem que a felicidade está lá, no meio de um monte de bens materiais, mas depois de muito consumo, nos pegamos no vazio…

Outros dizem que a felicidade está aqui, no calor de um relacionamento e da paixão,

mas a paixão passa e a felicidade não fica.

Existem os que afirmam que a felicidade está na religião, mas as religiões não se acertam, discutem, brigam, cada uma se diz melhor que a outra, e a felicidade confusa, vai embora…

Busque em seu interior o segredo da felicidade dos simples, aquela que pede apenas que você respeite os seus limites…

…não fale mais do que deve, não comente o que não sabe, não gaste além das suas posses, não deseje o que não lhe pertence…

…não aceite situações que ferem a sua consciência, não entregue seus sonhos

nas mãos de ninguém, seja sempre, o construtor e o guia dos seus desejos.

Busque a religiosidade que te liga ao Criador, de maneira simples, como Jesus sempre foi.

Agradeça tudo, o pão, a vida e a misericórdia, agradeça até o que não entendeu, pois muitas vezes, o que parece um desgosto, um erro, é na verdade a salvação.

Quantos já perderam um passeio que acabou em tragédia?

Quantos não adoeceram e evitaram acontecimentos piores?

Quantos relacionamentos terminaram para nascer um grande amor?

Porquanto não sabemos o que é realmente melhor para nós.

Devemos afastar as lamentações e agradecer sempre, não desistir nunca, e mesmo diante de uma cortina de lágrimas, seguir adiante, em busca do que acreditamos.

Assim, a felicidade se mostra mais simples do que imaginamos, porque ser feliz é um estado íntimo e pessoal, é algo que podemos dividir, mas jamais tirar de alguém para nosso próprio uso.

Felicidade se conquista

todos os dias…

Autor:Paulo Roberto Gaefke