SUIPA (RJ) – Adoção de Cães

CIRCULAR MENSAL DE JANEIRO DE 2009

Amigos e Amigas da SUIPA,

Desejamos A TODOS VOCÊS um ótimo Novo Ano, com muita saúde, paz e garra para lutar por causas nobres. A cada mês iremos escrever sobre um tema, de interesse de todos vocês. Nesse mês, falaremos sobre ADOÇÃO! Como vocês podem constatar, estamos enviando 32 fotos dos nossos AMADOS SOBRINHOS ABRIGADOS, todos mansos, esterilizados, a maioria de porte pequeno, que estão esperando por pessoas responsáveis e em condições de mantê-los com conforto e segurança. Muitas pessoas somente se interessam em adotar filhotes de cães e de gatos. Entendemos o motivo que alegam: “quero educar do meu jeito”. Entretanto, ainda existe (MAS JÁ ESTÁ DIMINUINDO BASTANTE!!) o preconceito com relação aos animais adultos que precisam MUITO ser adotados! As vantagens de se adotar animais adultos são: não irão crescer mais e, com isso, o porte já estará definido; já se conhece o comportamento de cada animal (se é brincalhão, anti-social, estressado etc…), não irão roer mais móveis, sapatos etc…; a possibilidade de adquirirem uma doença será menor, por serem mais resistentes do que filhotes. Além de todas essas vantagens, ainda existe o AMOR QUE ELES NOS TRANSMITEM, quando adotados já adultos. Seja cão ou gato, o sentimento de gratidão é IMENSO e todo o carinho que recebemos deles nos preenche a vida….

Os adultos são mais carentes, porque já tiveram um lar, já amaram um humano que os abandonou….Isso não quer dizer que os filhotes de cães e de gatos não devam ser adotados. Pelo contrário! Nada é mais adorável do que os miados e latidos de filhotes, que não sabem o que fazer quando se deparam com suas próprias sombras na parede….Filhotes são “capetinhas”, mas muito gostosinhos, como nossos “filhotes” quando são pequenos. O importante é pensar VINTE VEZES OU MAIS antes de levar para casa o novo membro da família, seja cão, gato, coelho, hamster e outros sobrinhos. Cada espécie precisa de CUIDADOS BÁSICOS e, nosso cotidiano, precisa ser organizado também em função desses “filhos adotivos” que irão depender de nós até o fim de seus dias. Por isso, TODOS DA FAMILIA, inclusive nossas secretárias do lar, devem aceitar e querer dividir as responsabilidades diárias como: levar para passear na rua, pelo menos duas vezes por dia, sempre com coleira e guia (se for adulto); levar periodicamente ao veterinário para uma consulta sem compromisso; esterilizar para que não nasçam gatinhos, cãezinhos e coelhinhos; limpar várias vezes ao dia a caixinha higiênica dos “filhos” felinos, enfim, todo o nosso ritmo de vida se modifica, MAS SEMPRE PARA MELHOR QUANDO SE TEM UM ANIMAL ADOTADO!!!

Por quê muitas pessoas se “pré-ocupam” tanto com um detalhe tão bobo que é saber se o animal “é de raça”? Se fossem adotar uma criança, iriam se “pré-ocupar” se a criança é asiática, americana do norte ou do sul ou simplesmente uma criança necessitando de uma família?? O mesmo acontece com os animais não humanos. Quando se deseja REALMENTE adotar um cão ou um gato, ou até mesmo um cavalo, o que importa é a RESPONSABILIDADE que a pessoa irá ter com aquele novo membro da família. Raça Definida é importante para exposição, para campeonato, mesmo assim, muitos animais como os GREYHOUND (cães galgos, aqueles que são bem magrinhos) são utilizados nos Estados Unidos para “corridas de cachorro” e, quando estão idosos ou adoentados são literalmente “descartados”, não importando se têm ou não raça definida. Em nosso abrigo, existem vários rotweillers, centenas de poodles, dezenas de cocker spaniels, além de gatos siameses aos montes e alguns persas. Quem se importa em ter “um animal de raça”, na realidade não quer ter um amigo em casa, mas um “objeto valioso”, como se fosse o carro do ano, para mostrar aos amigos…. Quando “a raça” não está mais “na moda”, são imediatamente “trocadas” pelas novas “marcas”…Vamos pensar BEM antes de colocar um bichinho de estimação em casa, mesmo que nossas crianças chorem, arranquem os cabelos… Quando a novidade ACABA para a criança, o animal é “jogado” na área, ficando semanas sem ver a luz do sol, apenas ouvindo o fritar dos hamburguers e batatas fritas na cozinha….

ADOTAR É PRECISO! NADA DE COMPRAR VIDAS! Se seus amigos desejam um animalzinho em casa, podem adotar nos CENTROS DE CONTROLE DE ZOONOSES (órgãos das prefeituras que recolhem os animais abandonados e que, se não forem adotados, muitas vezes acabam sendo sacrificados…).Também podem adotar nas sociedades protetoras de animais que existem, por menor que sejam, sempre existem em quase todas as cidades brasileiras. Perguntem aos veterinários em clínicas particulares, em petshops, às telefonistas. Eles sempre têm um contato de protetores com animais para adoção e de sociedades como a SUIPA, com milhares de sobrinhos esperando por um novo lar e muito amor. Nos folhetos anexos colocamos apenas cães adultos, mas temos gatos adultos muito lindos e mansos que também precisam ser adotados. Além disso, gatinhos e cãezinhos filhotes são diversos, necessitando de pessoas responsáveis que queiram também adotá-los.Estaremos no CLUBE BOQUEIRÃO com nosso Programa ADOTE UM FOCINHO CARENTE nos dias: 31/JANEIRO, 14/FEVEREIRO e 07, 14 e 21 de MARÇO, sempre iniciando às 09 horas até às 15 horas. Talvez alguns associados não tenham recebido os boletos de dezembro porque nossos amados “sobrinhos” da Administração, em uma tarde de domingo, com a SUIPA já fechada, resolveram fazer uma FESTA e rasgaram centenas de boletos que já estavam envelopados, prontos para irem na segunda-feira para o correio. Tentamos descobrir os nomes nos boletos rasurados, mas talvez muitos de vocês não tenham recebido. Pedimos que nos enviem um email para cadastro@suipa.org.br ou nos telefonem. A SUIPA já está, aos poucos, contatando moradores e órgãos públicos de Macaé, Rio Bonito e Campos para ajudar no tratamento, abrigo e resgate dos animais que sofreram também com as chuvas de novembro-2008. Os animais de Santa Catarina também receberam ajuda de protetores do R.Gde. Sul. Vamos fazendo o que podemos, para que nossos adoráveis sobrinhos, de todos os cantos do mundo, possam viver em um mundo melhor. Abraços suipanos.

A Diretoria.

http://www.suipa.org.br/br/circulares/2009/1/janeiro2009.doc

“Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante.”

Albert Schweitzer (Nobel da Paz de 1952)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s